RESUMO
O Núcleo em Processos Biotecnológicos: Aproveitamento de Rejeitos Agroindustriais para a Produção de Biomoléculas Ativas (NPROBIO) tem como objetivo integrar dois Grupos de Pesquisa, atuantes em biotecnologia de forma multidisciplinar, no sentido de inovar utilizando fontes renováveis e resíduos industriais, na produção de biomoléculas de elevado valor agregado, a partir do potencial biotecnológico da biodiversidade microbiana da região Nordeste do Brasil, com possibilidades de utilização pela indústria e ou no tratamento dos rejeitos industriais, estabelecendo um forte componente acadêmico, científico e tecnológico. Os estudos serão realizados a partir da caracterização dos micro-organismos e avaliação da atividade metabólica quanto a produção de biomoléculas (enzimas, biossurfactantes, quitina e quitosana), com aplicação nas áreas industrial e ou ambiental. A otimização da produção e purificação das biomoléculas, a partir das linhagens selecionadas como produtoras utilizando planejamento fatorial completo. As fontes renováveis e resíduos industriais serão utilizados como alternativas de baixo custo, visando a produção de bioprodutos de elevado valor agregado, como também, no mecanismo de preservação e recuperação ambiental. Os estudos serão desenvolvidos para a redução das contaminações de efluentes oriundos das indústrias têxtil e petrolífera, por processos de biorremediação. Desta forma, pretende-se gerar, difundir e transferir tecnologias, visando à modernização e melhoria da qualidade de vida e do bem-estar social, promovendo o aumento da produção acadêmica, científica e tecnológica, visando o fortalecimento e consolidação dos Grupos de Pesquisa da Católica de Pernambuco e Federal Rural de Pernambuco, como também parcerias com Universidades Federal de Pernambuco, Universidade de São Paulo e Estadual de Campinas, e o Centro Tecnológico de Estratégias para o Nordeste.